Networking

A classificação dos contatos a partir dos tipos de networking

Além de investir no canal pelo qual transmite o seu networking, também deve saber como se comunicar com as suas conexões e em qual tipo de networking elas se adequam.

Cover Image for A classificação dos contatos a partir dos tipos de networking

Networking significa rede trabalho, onde você concentra os seus contatos profissionais e interage com eles. Geralmente as pessoas constroem planilhas e listas com seus contatos, mas há uma forma bem mais fácil de salvá-los. Pelo aplicativo da ClickCard você pode ter agendas organizadas para os seus contatos e a única coisa que precisa fazer é escaneá-los.

Existem dois termos bastante comuns, sendo eles “network” e o outro “networking”. Network é a criação de uma rede de contatos a partir da conexão que você tem com outras pessoas, já networking é o relacionamento que você tem com elas. De forma mais clara, enquanto networking é a mensagem, o network é o canal.

 Para que seus esforços nessa área sejam reconhecidos, um dos principais pontos para um bom networking é a regularidade. Constantemente você deve lembrar aos seus contatos que você está ativo, seja por meio das redes sociais, e-mail, eventos ou uma simples mensagem sendo elas informais ou não. 

Mas você não deve apenas mandar uma mensagem ou criar um post de forma aleatória, é preciso que você tenha um objetivo e algo a agregar na conversa. Você pode conseguir ideias através dos interesses em comum que tem com as pessoas.

Nesse caso, tente inovar e trazer por meio da conversa, novas ideias as quais o seu contato possa se beneficiar no seu dia-a-dia. Mas não seja tão óbvio, busque se atualizar e se informar a partir de ideias inovadoras

Existem 3 níveis de networking definidos a partir da intimidade que você tem com as suas conexões. São eles: 

  1. Rede Primária: composta por contatos mais pessoais, como família, amigos, colegas de escola e entre outros. 
  2. Rede Secundária: construída com conexões mais formais, como colegas de trabalho.
  3. Rede de Referência: Nessa agenda você tem aqueles contatos com profissionais os quais conheceu em eventos, palestras, cafés. Ou seja, pessoas que se tornam modelos por terem alto conhecimento e experiência na área em que atuam. 

É importante classificar os seus contatos para que você saiba com quem e o quê falar na hora certa. Para saber como deve ser o seu comportamento, inicialmente você precisa classificar os seus contatos em algumas categorias de networking. Entenda melhor a seguir.

A postura, o modo de falar e de se vestir impactam nos encontros de networking

Tipos de Networking

O universo dos contatos é bastante abrangente, pois cada um vive em um nicho diferente do outro. Isso gera aproximações de níveis baixos e altos entre indivíduos, pois há pesos como o objetivo da conexão, os assuntos e interesses em comum que geram uma maior compreensão.

Diante disso o networking passou a ser categorizado para que os profissionais entendam melhor o público com qual irão se relacionar, além de entenderem de antemão se convém ir a eventos direcionados a um certo tema.

Mas apesar de existirem diferentes níveis de conexão, todos têm o mesmo princípio: a honestidade. Esse é um valor importante para ser seguido, pois, na maioria das vezes, você se comunicará com profissionais que entendem do assunto como você ou ainda mais que você. Fingir ser o que você não é, é uma falha nesse momento. Especialistas sabem quando estão conversando com alguém que não é o que diz e não entende sobre o que fala. 

Por isso não é aconselhado mentir e fingir ter um conhecimento além do que tenha para uma autopromoção. Seja você mesmo e aproveite o contato com outros entendedores para que possa crescer na sua área e evoluir com o seu negócio. Seja sincero, pois dessa forma você gera credibilidade para o que você representa aos seus novos vínculos.

Networking pessoal 

Como tratado antes, a proximidade da sua conexão define o estilo de networking em que ela está inserida na sua agenda de contatos. Nessa mesma linha, podemos incluir como uma das modalidades o Networking Pessoal, o qual foca na divulgação de uma marca pessoal.

Esse círculo social é mais informal e é composto por pessoas que dividem ou dividiram com você uma época da sua vida, como familiares e colegas de escola. Mas, não é porque há um contato mais pessoal que o seu networking deve perder credibilidade ou formalidades necessárias. É preciso dar a mesma atenção e fornecer a mesma interação para que as suas metas sejam realizadas. 

É a partir da interação com essas pessoas que você conquistará a empatia delas para que divulguem o seu trabalho. Esses compartilhamentos ajudam bastante, principalmente se forem feitos no início de uma empresa. 

Networking empresarial 

Os profissionais vão procurar por conexões que tenham novas ideias e conhecimento para gerarem um avanço em suas empresas, e você deve fazer o mesmo com a sua. Busque pessoas inovadoras, que proponham soluções para os seus problemas e a fim de aumentar a visibilidade da sua marca. 

As classificações das conexões são de acordo com o tipo de networking que ela se adequa

Como ativar o seu networking

Como primeiro passo para colocar essas ideias em prática, você deve ativar os seus contatos, organizar os novos e os antigos. Caso não tenha mantido uma interação com os mais antigos, busque uma abordagem diferente para ambos.

Volte a ter contato com as pessoas que você já conhece, principalmente amigos e colegas do colégio ou do trabalho. Caso eles tenham algo a agregar, adicione-os como contatos profissionais para conversarem futuramente, marcarem reuniões e encontros. É aconselhável a não fazer contatos bruscos. Retorne aos poucos de acordo com a receptividade encontrada e saiba interpretar a reciprocidade para saber se o interesse é mútuo. 

Caso esteja sem ideias de como iniciar, faça com que eles também te percebam a partir de interações feitas nas redes sociais através do feed e stories. Você também pode puxar assunto a partir do seu último post, por exemplo, além de buscar por eventos onde essas conexões antigas vão se encontrar. Assim, fica mais fácil instigar neles a vontade de entrar em contato com você e ter um interesse recíproco. 

Apesar de que estar presente em todas as redes sociais seja importante, criar uma conta no LinkedIn é primordial. Ao falarmos de networking, não temos como não ingressarmos no assunto a rede social em que os profissionais mais interagem entre si.

Por meio do LinkedIn você pode abranger assuntos relacionados ao seus projetos, rotina de trabalho e serviços de forma mais natural. Além disso, você recebe interações instantâneas de pessoas que se encontram em seus posts por compartilharem da mesma experiência. Nesse caso, para a interação entre seus contatos, o LinkedIn te ajudará bastante a manter o networking ativo e gerar uma aproximação entre você e as suas conexões

Caso você deseje fazer encontros e iniciar conversas que encaminhem para assuntos mais relevantes, como abordados no networking empresarial, a primeira coisa que deve ser definida é o objetivo daquela conversa. Porém, esteja aberto para abranger assuntos além do planejado, mas sempre tenha um roteiro do que você pode se ganhar e beneficiar o outro a partir daquela conversa. 

Também tente ser bastante receptivo nas mídias digitais ao atender clientes, contatos ou apenas visitantes. Pois, ao gerar uma boa primeira impressão, a possibilidade das pessoas retornarem e indicarem o seu produto se torna ainda maior. 

Princípios da comunicação

Apesar do primeiro contato ser mais fácil pelas redes sociais, não procure ficar só por aí. O contato presencial permite uma leitura melhor das reações e intenções das pessoas, tornando o contato mais positivo para você e para com quem você está entrando em contato. Manter-se apenas no virtual pode ser desgastante, além de esfriar a confiança entre ambos. Nesse caso, tente ser mais flexível e lembrar que o encontro com os seus contatos não deve ser algo cansativo, caso esteja sendo, busque rever as suas estratégias de comunicação.

Linguagem verbal e corporal

Tenha cuidado com a forma como você se expressa e como a outra pessoa também faz isso. Você pode ditar o clima da conversa da conversa a deixando bastante agradável e confortável se dedicar o tempo somente à pessoa, além de demonstrar empatia e sempre levar em consideração o que ela pessoa. 

Esteja aberto às discussões e novas ideias. Apesar de algo parecer óbvio para você por conta do seu dia-a-dia, uma outra pessoa talvez não enxergaria com tanta clareza, mas ficaria feliz de ouvir mais sobre e conhecer outras metodologias. 

Você não precisa agregar tudo o que outro profissional falar, até porque é em uma discussão verbal que os pensamentos se materializam e alguns passam a fazer mais sentido que outros. Mas, caso não concorde com alguma ideia, apenas respeite e prossiga conversa ou acrescente algo para que a pessoa possa refletir mais tarde. 

Apresentação 

A primeira impressão que você passa é muito importante e para isso você deve treinar uma boa recepção. Tente exercitar a sua fala, postura e estudar o seu modo de vestir. Não é necessário algo sofisticado, mas que seja natural e agradável ao escutar e ao assistir.

Caso você faça o seu networking de forma virtual, a sua abordagem deve ser feita da mesma maneira, mas por meio de posts nas redes sociais, blogs, interações nos stories e etc. Durante essas publicações, procure sempre deixar disponível o seu cartão de visita para que possam ter um contato direto. 

As publicações são sequenciadas por comentários, reações e curtidas. A partir daí você pode exercer o seu networking respondendo-as, mas fique atento às mensagens negativas para que a sua imagem não pereça.  

Mostre as suas evoluções

Seja transparente com as suas conexões, compartilhe inovações e ideias para salvar o seu e o delas. Publique sobre os seus serviços, divulgue seus valores e a qualidade da sua marca para que os seus contatos lembrem do seu produto. 

Frequente eventos sociais

Participe de palestras, workshops, cursos, cafés para que encontre pessoas com o mesmo objetivo que você e que se interessem pelos mesmos assuntos. Antes de tudo, liste objetivos e profissionais com quem você precisa trocar ideias para não se perder em algum momento.

Não esqueça de pegar cartões de visita e compartilhar o seu com quem possa aprofundar os assuntos iniciados no evento. Se possível, organize seus contatos com fotos para que possa reconhecê-los depois em um próximo encontro. 

Frequentar eventos sociais ajuda a aprimorar o networking

Outros assuntos que ajudarão a melhorar o seu networking

Gostou do blog e quer saber mais sobre networking? A ClickCard é especialista no assunto e disponibiliza vários blogs sobre o tema nos quais você também pode sugerir pautas! Para aprofundar o seu conhecimento já falamos sobre com qual frequência deve ser feito os encontros presenciais e virtuais, como criar um cartão de visita digital para você interagir ainda mais com as suas conexões, os princípios do networking e entre outros.

Para ficar sempre atualizado, você pode nos seguir nas redes sociais e ficar por dentro dos assuntos abordados no blog assim que ele for publicado . Caso queira inovar a cara do seu networking, você pode acessar o nosso aplicativo para gerar um novo cartão de visita digital.

Copyright 2021 ClickCard ©. Todos os direitos reservados.